Sábado, 28 de Maio de 2022 04:41
(71) 99256-3530
CRIME AGRESSÃO

PM que deu tapa em rosto de mulher, em Porto Seguro, é denunciado por agressão

Agredida e irmã passaram por exame de corpo de delito e serão ouvidas na Deam de Porto Seguro nesta terça-feira (25). Caso aconteceu na noite de sábado (22)

25/01/2022 10h57
317
Por: Redação Fonte: G1-BA
Foto: Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução/Redes Sociais

O policial militar que deu um tapa no rosto de uma mulher no bairro de Vila Valdete, em Porto Seguro, no sul da Bahia, foi denunciado por agressão pela vítima. O caso aconteceu na noite de sábado (22) e foi registrado em delegacia na segunda-feira (24).

Além da mulher agredida, a irmã dela – que foi levada para a delegacia acusada de desacato – também registrou queixa. As duas passaram por exame de corpo de delito e serão ouvidas na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) nesta terça-feira (25).

Toda a situação foi filmada com um celular e é possível ouvir uma confusão. Após o policial chegar ao local e gritar com as pessoas, a mulher o chama e provoca: "Agora atira. Manda ver, vai na fé". Em seguida, o PM se aproxima dela.

O policial então aponta o dedo para a mulher e diz: "Eu meto o dedo na sua cara". Em resposta, a mulher afasta a mão do policial, mas recebe um tapa no rosto. Em seguida, ela tenta reagir, mas as testemunhas evitam. Nenhum dos dois teve nome divulgado.

Depois da agressão, ela foi defendida por outras pessoas que estavam no local. A irmã da vítima a defendeu e foi levada para a delegacia. Segundo a PM, ela também danificou a viatura, mas as imagens não registraram a situação.

Segundo a Polícia Militar, a viatura foi ao bairro atender uma denúncia de perturbação do sossego público. Ao chegar na região, as mulheres que estavam com som alto teriam desacatado os policiais. A PM disse ainda que a agressão será investigada e os envolvidos serão ouvidos.

Ainda em nota, afirmou que não compactua com condutas violentas e arbitrárias praticadas por integrantes e que estas ações estão em total desacordo com os valores da corporação. Se, após a apuração, alguma transgressão ou crime for comprovado por parte de policiais militares, os envolvidos serão punidos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias