Sexta, 17 de Setembro de 2021 09:59
(71) 99256-3530
INTERNACIONAL COVID-19

Casal nega vacina e morre por complicações da covid-19 no Texas

Antes de ser intubada, Lydia Rodriquez pediu para que a irmã se certificasse de que seus filhos serão vacinados. "A desinformação está matando pessoas"

19/08/2021 12h05
457
Por: Redação Fonte: Globo.com
Foto: Reprodução/GoFoundMe
Foto: Reprodução/GoFoundMe

Um casal do Texas, nos Estados Unidos, que "não confiava" na vacina contra a covid-19 morreu por complicações da doença no hospital da University of Texas Medical Branch. Eles eram pais de quatro crianças com idades entre 18 e 11 anos.

De acordo com publicação da People, Lawrence e Lydia Rodriquez deram entrada no hospital em julho, quando testaram positivo para o vírus. Devido ao agravamento da doença, Lydia foi  imediatamente intubada e Lawrence precisou receber apenas oxigênio. No entanto, não demorou muito para que ele também fosse intubado na UTI por conta da evolução do vírus em seu corpo.

Lydia permaneceu internada, mas morreu depois de 14 dias, em 16 de agosto. Lawrence não resistiu e também perdeu a vida na última segunda-feira (16). "Nossos corações estão partidos", disse a prima da vítima, Dottie Land Jones que organizou uma vaquinha online em uma página no GoFundMe para ajudar na criação das crianças, os gêmeos Nathan e Ethan; de 18 anos, Adam; de 16, e filha Synphonia; de11.

Em entrevista, Dottie revelou que o último desejo de Lydia era vacinar seus filhos contra o vírus. "Antes de ser intubada, uma das últimas coisas que ela disse à irmã foi 'Por favor, certifique-se de que meus filhos sejam vacinados'. Se ela tivesse vacinada, ela veria seus filhos sendo vacinados", ressaltou.

Lydia e Lawrence não foram imunizados porque não confiavam nas vacinas devido à desinformação, disse ela. “Você tentava falar com eles, e simplesmente não ligavam para isso. Parte meu coração que as pessoas estejam acreditando que a vacina não funciona", acrescentou ela. "A desinformação está matando pessoas e precisamos divulgar a verdade", finalizou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias