Sexta, 17 de Setembro de 2021 09:39
(71) 99256-3530
POLÍTICA BAHIA

Com 50%, ACM Neto lidera intenções de voto para governo do estado em 2022

Em segundo, vem Jaques Wagner (PT), com 25,4%

11/08/2021 14h49
267
Por: Redação Fonte: Correio 24h
Foto: Valter Pontes/Secom
Foto: Valter Pontes/Secom

Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (11) aponta que o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), lidera as intenções de voto para o governo do estado da Bahia nas eleições de 2022. O levantamento foi realizado pelo Instituto Paraná Pesquisa.

Os dados avaliam um cenário com seis candidaturas, sendo que ACM Neto aparece com cerca de 50% dos votos, podendo se eleger ainda no primeiro turno, por conta da margem de erro. Em seguida está Jaques Wagner (PT), ex-governador e atual senador da Bahia, com percentual que varia de 24,1% a 25,4%.

A projeção considera que estejam participando, além do candidato do DEM e do petista, João Roma (Republicanos), Dr. Raissa Soares (sem partido), Marcos Mendes (PSOL) e Alexandre Aleluia (DEM). Nesse cenário, Raissa, conhecida como 'Doutora Cloroquina', aparece em terceiro (3,7%). Completam o quadro Roma (3%), o ex-vereador psolista (1,3%) e Aleluia. Votos em branco, nulos ou nenhum dos candidatos correspondem a 11,7%, enquanto os que não souberam ou não quiseram responder foram 5,2%.

A pesquisa também avaliou um cenário em que Neto disputaria com três concorrentes. Segundo a análise, nesse cenário, o percentual dele subiria para 52,3%, seguido de Wagner com 25,4%. Quem mais oscila nessa projeção é João Roma, que alcança a terceira posição, com 4,5% das intenções de voto. Brancos, nulos ou nenhum dos candidatos somaram 11,9%, e não souberam ou não quiseram responder foi 5,9%.

A pesquisa foi realizada com 2008 eleitores baianos, de 186 diferentes municípios baianos. A pesquisa ocorreu de 4 a 7 de agosto e tem margem de erro de 2% para mais ou para menos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias