Sexta, 17 de Setembro de 2021 09:40
(71) 99256-3530
CRIME BRASIL

'Jamais imaginei que aquilo existisse', diz pastor sobre mensagens deixadas por jovem que matou os pais no ES

Local do crime tinha cruzes, pentagrama e trechos da Bíblia escritos nas paredes; vítimas frequentavam a Igreja Missão Praia da Costa, em Vila Velha

05/08/2021 11h12
415
Por: Redação Fonte: O Globo
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

As imagens do apartamento onde um filho matou os próprios pais na madrugada de ontem deixaram consternados os fiéis da Igreja Missão Praia da Costa, em Vila Velha, na Grande Vitória. O templo religioso era frequentado pelas vítimas, o médico Paulo Oliveira Cesar, de 68 anos, e sua mulher, Raquel Heringer Cesar, de 61. O casal foi assassinado a facadas pelo próprio filho, o estudante de medicina Guilherme Heringer Cesar, de 22 anos. O universitário foi encontrado sem vida no mesmo local.

O imóvel foi encontrado pela polícia com mensagens pintadas nas paredes e em folhas da Bíblia. Em uma página do livro Apocalipse, estava escrita a mensagem "ele me obrigou". Em uma parede e nas portas de dois cômodos foram grafados os números 666.

Uma outra imagem mostra o desenho de um crucifixo, um pentagrama e os versículos do Apocalipse que dizem: "Festejai ó céus, o diabo desceu até vós, pouco tempo lhes resta". Paulo Oliveira Cesar também era pastor evangélico.

- Eu vi as imagens, mas o rapaz, pelo contrário do que mostram as fotos... Essas questões das cavernas do coração assustam a gente. Jamais imaginei que aquilo existisse, que ele possa ter tido contato com algum livro sobre aquilo. O comportamento dele foi paradoxal, não é o que conhecemos. Ele era um rapaz alegre, estudante de Medicina - contou o pastor Simonton Araújo, líder da congregação religiosa.

Araújo e César eram amigos há mais de 30 anos e também conviviam fora da igreja. O último encontro entre eles ocorreu na semana passada. Na ocasião, pastor e médico tiveram um "papo grande" e a vítima não demonstrou "nada que levasse a crer nisso que aconteceu", disse o líder religioso.

A juventude da igreja também relatou espanto com a atitude tomada por Guilherme, segundo o pastor. O suspeito dos crimes participava das atividades realizadas pelo grupo de jovens.

- Nenhum deles sabia disso, nem os mais próximos. Ninguém tinha ideia disso - afirmou Araújo. - Foi uma fatalidade, uma dor para todos, a gente não previa ou tinha indícios, porque era uma família muito amiga e próxima, que cresceu na igreja - acrescentou.

Além de Guilherme, César e Raquel tinham uma filha. Ela mora no Canadá e está tentando viajar para o Brasil a tempo de participar do velório.

O caso é investigado pela Polícia Civil do Espírito Santo e foi registrado como "duplo homicídio com uso de arma branca". Os corpos do casal foram encontrados em cômodos diferentes. César estava caído no banheiro e Raquel foi localizada morta em cima da cama.

"Segundo informações apuradas por policiais civis do Departamento Especializado de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), o suspeito do duplo homicídio, filho do casal, cometeu suicídio logo após o crime. A arma utilizada no crime foi apreendida e encaminhada à perícia", informou a Polícia Civil, por meio de nota.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias