Sexta, 17 de Setembro de 2021 10:23
(71) 99256-3530
SAÚDE VACINA

Raios X mostram diferença em casos de covid entre pacientes vacinados e não vacinados

Médico espera que a imagem possa conscientizar as pessoas da importância da imunização contra o vírus

04/08/2021 11h09 Atualizada há 1 mês
537
Por: Redação Fonte: Globo.com
Foto: Reprodução/ People
Foto: Reprodução/ People

Uma foto que circula na web viralizou ao mostrar a comparação de dois raios X de pacientes infectados pela covid-19. No entanto, um deles recebeu a dose da vacina e o outro não. A imagem retrata os efeitos do vírus nos pulmões.

No indivíduo vacinado, é possível observar que a imagem está mais "limpa". Já a foto do paciente não imunizado, a  foto do órgão está turva. Segundo o médico Ghassan Kamel, diretor da UTI Médica do Hospital SSM Health SLU em St. Louis, em Missouri, nos Estados Unidos e o autor das imagens, a coloração mais densa do pulmão indica infecção por bactéria, muco ou secreções.

Segundo ele, para se tratar um paciente não vacinado, ele possivelmente precisaria internação. “Definitivamente, pelo menos, exigiriam oxigênio e às vezes exigiriam mais do que apenas oxigênio, como ventilador ou ser intubados com ventilação mecânica, sedados e basicamente com suporte de vida", explicou em entrevista para a People.

De acordo com o Dr. Kamel, os indivíduos vacinados e que testam positivo para a doença geralmente não requerem os cuidados intensivos ou mesmo dar entrada na UTI, a não ser que tenham alguma doença pré-existente ou que sejam imunocomprometidos.

O médico ainda ressaltou que a imagem possa conscientizar as pessoas da importância da vacinação à medida que a variante Delta continua a se espalhar pelo país. “Se você não gosta da máscara, definitivamente não vai gostar do ventilador”, disse ele.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias