Quinta, 29 de Julho de 2021 05:59
(71) 99256-3530
INTERNACIONAL COVID-19

Covid-19: Britânico vira caso de estudo por permanecer 290 dias com o vírus ativo no corpo

Universidade de Bristol estuda caso do Britânico

07/07/2021 11h04
269
Por: Redação
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Em um caso raro, um britânico de 72 anos foi diagnosticado com Covid-19 em 43 testes realizados em um período de 290 dias. Davi Smith contraiu o vírus em março de 2020 e foi o primeiro caso mais longo da doença registrada no mundo. Smith é instrutor de autoescola e músico em Bristol, no oeste da Inglaterra. 

Em conversa com a BBC, Davi afirmou que nesses dez meses com a Covid, foi parar no hospital sete vezes. O paciente chegou a dizer que perdeu 63 kg enquanto estava infectado com a doença. Cientistas da Universidade de Bristol estudam o caso raro do britânico para tentar entender como o vírus se comporta. 

Davi finalizou a entrevista dizendo: “É como se tivessem me dado minha vida de novo. Você pensa: ‘o que eu posso fazer com essa vida?’ Estou próximo dos 73 anos, mas talvez ainda tenha algo de bom sobrando em mim.”, conta.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias