Quinta, 24 de Junho de 2021 06:06
(71) 99256-3530
INTERNACIONAL MUNDO

Guarda Civil da Espanha resgata crianças e bebês de famílias que tentavam imigrar

A região está sob vigilância depois que 8 mil imigrantes chegaram na segunda-feira (17). O incidente iniciou uma nova crise entre os governos espanhol e o marroquino

20/05/2021 08h00
251
Por: Redação Fonte: Correio Braziliense
Foto: Guarda Civil da Espanha/Twitter/Reprodução
Foto: Guarda Civil da Espanha/Twitter/Reprodução

A Guarda Civil da Espanha resgatou dezenas de jovens e crianças que chegavam à Ceuta através do mar. O fato ocorreu na última terça-feira (18/5), quando uma operação de autoridades espanholas tentou conter o fluxo de migração vindo do Marrocos.

O resgate ocorreu na região do estreito de Gibraltar, que separa o norte da África e o sul da Espanha, e os menores foram entregues às famílias. As imagens foram publicadas no Twitter da Guarda Civil da Espanha.

Ceuta é uma cidade espanhola localizada no norte do continente africano, fazendo divisa com o Marrocos. A região está sob vigilância depois que 8 mil imigrantes chegaram na segunda-feira (17). O incidente iniciou uma nova crise entre os governos espanhol e o marroquino.

O primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, prometeu garantir a ordem e a integridade territorial do país europeu. Diante disso, tropas e autoridades foram enviadas para assegurar as fronteiras da cidade. Boa parte dos imigrantes costuma chegar nadando ao lado espanhol e por isso a guarda no litoral também foi ampliada recentemente.

O embaixador do Marrocos no Brasil, Nabil Adghoghi, contou que a migração é um fenômeno muito sensível na África e que já foi criado um observatório para cuidar e analisar os fluxos migratórios no continente.

De acordo com ele, a cooperação entre Marrocos e Espanha na luta contra a migração clandestina sempre foi considerada como exemplar e como um modelo para inspirar outros países em posição geográfica similar.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias