Sexta, 07 de Maio de 2021 16:28
(71) 99256-3530
SAÚDE DESCASO

Ministério da Saúde 'descobre' 100 mil doses de CoronaVac em estoque

Imunizantes estão dentro da validade e serão distribuídos para estados; produto deixado no estoque é a CoronaVac, vacina mais aplicada no país

29/04/2021 08h21
302
Por: Redação Fonte: Estado de Minas
Foto: Josivan Vieira
Foto: Josivan Vieira

O Ministério da Saúde descobriu que tem um estoque adicional de 100 mil doses de CoronaVac. O imunizante, produzido pelo Instituto Butantan, estava armazenado corretamente e, por isso, não se perdeu. As doses que foram encontradas nesta quarta-feira (28/4) e serão distribuídas aos estados.

A revelação de que o governo federal tem mais unidades da CoronaVac foi publicada pela Gaúcha ZH. Por meio de nota, o Ministério da Saúde afirmou que “não retêm doses de vacina COVID-19”. “Toda semana a pasta recebe imunizantes do Butantan e Fiocruz. Em seguida é realizada reunião com representantes da União, Estados e Municípios para definir a pauta de distribuição das vacinas, que no dia seguinte são encaminhadas às secretarias de saúde das Unidades Federativas”, informou o órgão. Ainda segundo o texto, a pasta distribuirá, nesta quinta, 5,2 milhões de doses de vacinas Covid-19 para todos os estados.

No início da semana, o ministro Marcelo Queiroga admitiu que enfrenta dificuldades no fornecimento da segunda dose da CoronaVac. “O que tem nos causado certa preocupação é a CoronaVac, a segunda dose. Tem sido um pedido de governadores e prefeitos, porque, se os senhores lembram, cerca de um mês atrás, se liberou as segundas doses para que se aplicassem. E agora, em face do retardo de insumo vindo da China para o Butantan, há uma dificuldade com essa 2ª dose”, justificou na segunda-feira (26).

Na terça-feira (27), o Ministério da Saúde recomendou que a população tome a segunda dose mesmo fora do prazo. 

O Brasil deverá atingir o patamar de 400 mil pessoas mortas nesta quinta-feira (29/4). O balanço de contaminados e mortos por coronavírus do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) apontou 3.163 óbitos pela doença nesta quarta-feira (28/4) no Brasil. O registro de novos infectados no período é de 79.726.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias