Sábado, 17 de Abril de 2021 23:42
(71) 99256-3530
CRIME GOLPE

Idoso é vítima de golpe com cartão de crédito e prejuízo é de mais de R$ 10 mil

Falsa funcionária do banco ligou para vítima e disse que o cartão havia sido clonado e solicitou o envio do cartão para poder desbloquear. Caso aconteceu no dia 25 de março, em Salvador

31/03/2021 17h25
226
Por: Redação Fonte: G1 - Bahia
Foto: Reprodução / TV Bahia
Foto: Reprodução / TV Bahia

Um idoso, de 68 anos, perdeu pouco mais de R$ 11 mil após ser vítima de um golpe no cartão de crédito. Segundo a vítima, uma falsa funcionária do banco ligou informando que o cartão dele havia sido clonado e solicitou o cartão do idoso. O caso aconteceu na última quinta-feira (25), em Salvador.

De acordo com o idoso, que não quis se identificar, a mulher que entrou em contato e apontou algumas compras no cartão de crédito do homem. O idoso, porém, estava em casa e não havia feito compra nenhuma. Diante da informação, a mulher então disse que as compras foram indevidas, feitas por clonagem do cartão de crédito da vítima e que, para resolver, precisava dos dados da vítima.

“Houve uma ligação antes, pelo telefone fixo, dizendo que está sendo feita uma compra no valor de R$ 2.850. [disse] 'Olha, eu não saí de casa pra comprar nada', relata a vítima.

Depois da ligação, com receio de o cartão ter sido clonado, o idoso pediu ajuda à filha para resolver a situação. Ela então ficou à frente do caso e conversou com a falsa atendente. Para não levantar suspeitas, a mulher tinha os dados detalhados da vítima, e orientou que, para efetivar o bloqueio do cartão supostamente clonado, era só ela ligar para o telefone no verso do cartão.

“Peguei o telefone novamente, que a ligação tinha sido desligada, só que eu creio que, nesse momento, já deveria ter algum sistema, poderia já estar grampeada. Eu não sei como é que eles agem, foi por isso que eu não desconfiei, porque eu disquei no meu telefone”, conta a filha do idoso, que também não quis se identificar.

Na ligação feita pela filha, ela recebeu números de protocolos e códigos de verificação. Além disso, a atendente disse que iria enviar um motoboy na casa das vítimas para pegar o cartão e uma a carta de contestação das compras indevidas e pediu que o cartão fosse quebrado ao meio.

“Foi me informando todos os dados novamente, pedindo pra eu confirmar. Disse que tinha feito compras no cartão, mas pediu para não se preocupar, que iria bloquear o cartão. Ela disse: ‘vamos encaminhar uma pessoa do banco para buscar essa documentação, junto com o cartão que você vai cortar no meio, mas não corte o chip, por que a gente vai rastrear onde clonaram o cartão do seu pai'”, relata a filha do idoso.

Uma câmera de segurança registrou o momento que o falso motoboy do banco foi até a casa da vítima buscar o cartão. Após ele sair da casa do idoso, uma quantia de R$ 5 mil foi sacada da conta da vítima, além de uma compra não identificada de mais de R$ 6 mil.

O banco em que o idoso é cliente informou que não existe relação entre a instituição financeira e a fraude. Disse também que o banco não liga para clientes solicitando dados de acesso, senhas ou códigos de dispositivo de segurança. Após o caso, o cartão da vítima foi bloqueado pelo banco.

O dinheiro perdido com o golpe ainda não foi recuperado. Segundo a filha da vítima, o idoso estava doente e já havia perdido dinheiro em outro golpe.

"Meu pai estava doente, estava precisando desse dinheiro, já estava comprometido. A gente já tinha sofrido outro golpe, com a obra da casa. De repente, outro golpe. Então, foram muitas pancadas de 2020 pra cá", conclui a filha.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias