Sábado, 17 de Abril de 2021 23:54
(71) 99256-3530
MEIO AMBIENTE CIDADE

Caculé: Árvores condenadas são derrubadas pela equipe do SEMEIA

Estudo realizado apontou risco de queda

03/03/2021 18h02 Atualizada há 1 mês
1.573
Por: Josivan Vieira
Foto: Josivan Vieira
Foto: Josivan Vieira

Após análise realizada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMEIA) do município de Caculé (BA), algumas árvores não nativas, que estavam sob risco de queda, foram derrubadas na manhã desta quarta-feira (03), nas imediações da quadra beira rio.

A equipe do Informe Cidade entrou em contato com o secretário da pasta, Joaquim Santos, que confirmou a ação, salientando a importância da derrubada, a partir do estudo realizado por sua equipe, que confirmou a condenação das árvores.

Deserto verde

Por ser uma planta exótica, as plantações de eucaliptos prejudicam o solo onde são cultivados, além de gerar impactos hídricos, pelo alto consumo de água.

Em entrevista a revista Superinteressante, o professor de ecologia da UFMG, Geraldo Wilson dá detalhes sobre os impactos causados pelo cultivo de plantas que não são nativas do país.

“Essas florestas de plantas exóticas não são utilizadas pela nossa fauna da mesma maneira que as florestas nativas. Nelas, a diversidade é muito baixa, em nada se comparando com a biodiversidade presente no Cerrado ou na Mata Atlântica”, afirma Geraldo.

Segundo Fernandes, o eucalipto capta muito gás carbônico (essa talvez seja a única parte boa da equação) e, por isso, cresce rapidamente. Ele também retira muita água do solo, gerando um impacto negativo nos recursos hídricos.

Levando em consideração os impactos e os possíveis riscos de acidente, o órgão municipal justificou a necessidade da derrubada das árvores.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias