Segunda, 23 de Novembro de 2020 22:03
77 98103-4200
CIDADE HOMENAGEM

Caculé: Feriado municipal desta sexta-feira (06) marca o 54º aniversário de morte de Miguel Fernandes

Político nato, um empreendedor sagaz e um caculeense ávido por coisas novas, Miguel Fernandes projetou o nome da nossa Caculé no cenário estadual e nacional.

06/11/2020 18h40 Atualizada há 2 semanas
427
Por: Redação
Busto em homenagem a Miguel Fernandes instalado na Praça que recebe o seu nome. Foto: Aloísio Costa.
Busto em homenagem a Miguel Fernandes instalado na Praça que recebe o seu nome. Foto: Aloísio Costa.

O feriado municipal em Caculé desta sexta-feira (06), marca o 54º aniversário de morte de Miguel Fernandes, morto em 06 de novembro de 1966. Miguel Fernandes, carinhosamente chamado de “Miguelzinho” pelos seus contemporâneos, representa e personifica uma expressiva, importante e fundamental parte da história na nossa cidade.

Político nato, um empreendedor sagaz e um caculeense ávido por coisas novas, Miguel Fernandes projetou o nome da nossa Caculé no cenário estadual e nacional como talvez nenhum outro caculeense tenha feito, se tronando assim o maior nome na história política de Caculé.

Nascido em 6 de junho de 1915, filho do comerciante Antônio Norberto Fernandes e de Dona Ana Maria Maciel Fernandes, Miguelzinho começou a trabalhar como ajudante da loja de tecidos e miudezas de seu pai; depois trabalhou no serviço postal de Caculé e Monte Azul (MG) até se tornar comerciante, industrial e pecuarista. Fundou a “Bahia Construtora Ltda.” e a “Construtora Fernandes”. Cursou o Primário e o Colegial em Caetité (BA) e, mais tarde, casou-se com Dona Cacilda de Castro Fernandes, com quem teve cinco filhos.

Na política, foi prefeito de Caculé por dois mandatos, de 26 de setembro de 1941 a 16 de março de 1947 e de 22 de fevereiro de 1951 e 6 de abril de 1955. Nesse intervalo elegeu-se deputado estadual Constituinte pelo PSD (Partido Social Democrático), entre 1947 e 1951. Sua primeira grande realização em Caculé, como prefeito, foi o calçamento da Avenida Dr. Antônio Muniz. Os grandes equipamentos construídos no passado em Caculé foram resultados do trabalho de Miguel Fernandes, como a construção dos prédios da Prefeitura, dos Correios, da Igreja Matriz, do Colégio Norberto Fernandes e do Cine Teatro Engenheiro Dórea.

Miguel Antônio faleceu no dia 6 de novembro de 1966. Talvez a maior definição de Miguel Fernandes tenha sido formulada pelo escritor José Alves Fróis, em seu livro “Caculé de Miguelzinho”. “Há homens cuja existência significa uma época, Miguel Fernandes foi uma dessas existências”. 

Na data de hoje, fica aqui a homenagem do site Informe Cidade a este caculeense que tanto orgulho tinha das suas origens e que certamente, orgulha seus descendentes com o legado deixado em nossa cidade.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (24/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Quarta (25/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Ele1 - Criar site de notícias